Sabemos como um bom revestimento consegue mudar totalmente o visual de um ambiente. É possível contar com muito charme e sofisticação apenas fazendo um bom acabamento nos pisos e nas paredes de um cômodo, utilizando sempre produtos bonitos e de boa qualidade. Um material que vem ganhando muito espaço entre as variedades de revestimentos para pisos e paredes são as pastilhas metálicas.

Elas chegaram como uma grande novidade tanto para revestimentos de cozinha quanto de banheiros e fizeram muito sucesso por conta de sua beleza e sofisticação. Além disso, esse tipo de pastilha combina com as peças que são comuns nesses ambientes.

As pastilhas metálicas são as novas apostas dos profissionais do ramo da construção civil e da arquitetura. Elas valorizam muito a decoração e o espaço em que estão instaladas.

Além de ser um acabamento bem barato, elas trazem para os cômodos um aspecto bem contemporâneo. Se você não conhecia esse tipo de material, continue por aqui, veja do que se trata e saiba por que as pastilhas metálicas podem ser uma ótima escolha para a sua casa! Vamos lá?

Tendência das pastilhas metálicas

As pastilhas metálicas são a nova tendência no mercado dos revestimentos. São materiais que têm um acabamento metálico, podendo assumir diferentes cores e formatos. Elas ainda contam com uma instalação bem simples.

Essas pastilhas, que são geralmente feitas de aço inox ou alumínio, são consideradas uma versão mais famosa de pastilhas de vidro ou de porcelana. Esse tipo de material tem propriedades bem superiores às pastilhas comuns, como a alta resistência à oxidação atmosféricas, garantindo um acabamento bem mais durável, com menos manutenção.

Os profissionais da decoração e da construção apostam bastante no uso de revestimentos metálicos para os próximos anos, então essa opção vai deixar o seu ambiente bem moderno, além de muito sofisticado e bonito.

Essa tendência surgiu por conta da grande procura por materiais industriais para serem utilizados em projetos arquitetônicos, tendo em destaque os de aspecto metálico, uma vez que trazem boa luminosidade para o ambiente — e se harmonizam muito bem com as demais peças que compõem o espaço.

As pastilhas metálicas já vinham sendo amplamente utilizadas nas cozinhas, mas elas vêm conquistando também outros ambientes da casa. É um material caracterizado pelo seu alto requinte, e tem sido empregado em banheiros, lavabos, no revestimento de bancadas e de mobiliário — tanto interno quanto externo.

Vantagens da aplicação

As pastilhas, diferentemente dos outros tipos de revestimento, podem ser utilizadas como itens decorativos em várias superfícies, como as paredes, bancadas, fachadas, piscinas, áreas externas etc. As do tipo metálico conseguem harmonizar com qualquer espaço em que são instaladas. Entre as diversas vantagens que o uso desse material pode gerar para o consumidor, algumas delas são:

Fácil limpeza e manutenção

As pastilhas metálicas trazem consigo a grande vantagem de serem fáceis de limpar, como qualquer outro de produto feito de metal. Elas são absorvem a sujeira, e basta um pouco de água e um pano para deixá-las impecáveis. É importante atentar-se quanto ao uso de algum produto de limpeza, aplicando aqueles que não reagem com o metal.

Ao executar uma limpeza pós-obra, é preciso ter muito cuidado ao higienizar as pastilhas, uma vez que elas foram recém-aplicadas. No entanto, é possível fazer a faxina livremente como em qualquer outro tipo de material.

Alta resistência

Podemos observar como uma vantagem, a resistência das pastilhas metálicas. Outros tipos de revestimento acabam se degradando com o uso e a exposição a alguns ambientes para os quais não são adequados, mas como esse acabamento tem o aspecto do metal, acaba sendo bem mais resistente.

Praticidade no uso

As pastilhas metálicas trazem consigo bastante praticidade durante o uso, visto que a manutenção é facilitada e elas conseguem manter a qualidade por muito tempo — o que acaba sendo uma ótima vantagem.

Vida útil

Na hora de escolher um revestimento, é muito importante atentar-se à durabilidade daquele material. Afinal de contas, um acabamento que não dura muito acaba tendo que ser trocado com mais frequência por causa dos problemas que vão aparecendo.

Com as pastilhas metálicas esse não é um problema, pois elas são feitas de um material que tem uma ótima durabilidade, prolongando a vida útil do revestimento.

Como aplicar as pastilhas metálicas

A instalação das pastilhas é bem fácil, mas o indicado é que seja feita por um especialista ou por um profissional da área, para evitar que ocorram erros que danifiquem o material e causem prejuízos.

Preparação da base

A base que vai receber as pastilhas deve ter sua cura realizada em 15 dias, no mínimo, estando com a superfície firme, limpa e bem seca, além de livre de qualquer resíduo, de forma que não comprometa a aderência da argamassa.

É importante separar todos os equipamentos que você vai precisar para a aplicação. O recomendado é ter as ferramentas para azulejistas, uma vez que esse trabalho é como a instalação de qualquer outro tipo de revestimento.

Para utilizar no assentamento das pastilhas, o recomendado é uma argamassa flexível AC II, no caso de ambientes internos, e ACIII para ambientes externos

Aplique a argamassa de forma que ela preencha toda a superfície que vai receber o revestimento, atentando-se para que não tenha restado nenhum espaço vazio e que a argamassa esteja nivelada com a superfície.

Os profissionais da área recomendam que sempre antes de aplicar as pastilhas seja verificado se o produto atende a todas as especificações contidas na caixa, com relação ao acabamento, às cores, ao formato, aos tamanhos, entre outras características.

Aplicação do revestimento

É preciso utilizar uma desempenadeira dentada para fazer os sulcos e cordões paralelos na argamassa. Depois de feito esse procedimento, coloque uma faixa das pastilhas, colando toda a superfície, verificando se está fazendo na paginação especificada no projeto.

Após assentar as pastilhas, use a desempenadeira para amassar os cordões de argamassa. É importante que essa parte seja realizada uniformemente, para que o revestimento fique nivelado. Use uma escova macia para retirar todo o excesso da argamassa.

Existe um material chamado nivelador de pastilha. Caso você tenha um desses, pode utilizá-lo no processo de aplicação das pastilhas. O resultado final fica muito bom!

Realização dos cortes

Para fazer o corte das pastilhas metálicas — assim como os azulejos e os filetes —, o ideal é utilizar discos delgados de corte, mas sem remover a película protetora de PVC. Para retirar as rebarbas do corte, utilize uma lima ou uma lixa.

As partes que forem cortadas devem ser aplicadas e rejuntadas no encontro entre paredes, nos rodapés ou nos arremates do forro — ou seja, em partes da superfície em que não podem ser utilizadas peças inteiras.

Rejuntamento

Você pode optar por uma junta seca em ambientes internos decorativos que sejam de área seca, que nada mais é do que uma aplicação sem afastamento das peças. No entanto, é importante que o local não esteja sujeito a altas variações de temperatura.

Já nos ambientes de área molhada — que é o caso de lavabos, box de chuveiro, pias, banheiras etc. —, o recomendado é realizar um afastamento de 3mm. A aplicação do rejunte deve ser feita em cerca de 48 horas após o assentamento, no mínimo. O rejunte epóxi pode ser utilizado, visto que tem boa aderência com metais e é bem flexível.

O rejuntamento deve ser feito preenchendo as juntas com o rejunte adequado. Utilize uma desempenadeira de borracha ou uma espátula plástica. O excesso do material deve ser retirado com uma esponja macia e úmida, para não provocar manchas na superfície do revestimento.

Remoção da película protetora

Para retirar a película protetora de PVC deve-se esperar o processo de cura do rejunte. Os vestígios de cola que sobrarem na superfície das pastilhas deve ser removido com produtos indicados para o revestimento. A aplicação do produto deve ser feita com um tecido macio e limpo. Logo após é preciso passar um detergente neutro com água, para fazer a limpeza do acabamento.

Cuidados com as pastilhas metálicas

Para que se mantenha a qualidade das pastilhas, bem como sua funcionalidade, beleza e durabilidade, é importante realizar uma série de cuidados especiais no momento da aplicação.

Primeiramente, atente-se aos tipos de rejunte que você vai utilizar. É essencial que seja um produto ideal para pastilhas metálicas, que não incluam cimento na sua composição — visto que o material pode acabar reagindo com o metal. Você pode fazer uso de rejuntes que tenham argila na composição.

É importante lembrar também que hoje em dia existem as argamassas que assentam e rejuntam placas — são as autofugantes. Se você souber como usar esse material, ele também pode ser uma boa opção para a aplicação das pastilhas.

O revestimento com pastilhas metálicas não deve ser aplicado em ambientes que tenham grandes mudanças de temperaturas, uma vez que o metal reage facilmente com o calor. Por isso a importância da junta seca, para que o material possa dilatar ou contrair de acordo com a temperatura a que estiver sendo submetido.

Conservação das pastilhas metálicas

Todas as pastilhas são fáceis de conservar, e não seria diferente com as pastilhas metálicas. Para que a superfície do material mantenha sua limpeza e seu brilho, é importante apenas realizar limpezas regulares.

No caso do revestimento na cozinha, é recomendado utilizar desengordurantes quando for limpar. Passe um pano macio e úmido sobre toda a faixa da pastilha para manter o brilho da peça.

É de extrema importância que a superfície esteja sempre limpa, pois apenas dessa forma que é possível minimizar as características decorativas do revestimento, bem como a resistência química.

Tipos e combinações de pastilhas metálicas

Entre os tipos de pastilhas metálicas que são encontrados no mercado — desconsiderando as várias cores e tonalidades existente —, destacam-se 3: inox espelhado, escovado e uma mistura de pastilhas de vidro e inox.

Para fazer a combinação do material com os demais itens do ambiente, deve se levar em consideração aquele que mais harmoniza com o restante do cômodo. O que aumenta a dúvida do consumidor é que ele pode encontrar as pastilhas em inox escovado e espelhado, somente espelhado e só escovado, bem como uma mistura de cores e tonalidades da mesma cor.

Veja algumas combinações interessantes que podem ser feitas:

Cozinha

Na cozinha, muitos projetos levam em conta um tipo de pastilha que exerça harmonia entre os eletrodomésticos que tenham cores metálicas, como fogão, micro-ondas, geladeira, lava-louças, depurador de ar, entre outros. Se esses equipamentos tiverem tons mais escuros, eles casam muito bem com as pastilhas de inox.

Os utensílios da cozinha, as barras de armários e outros itens metálicos também serão contrastadas com a tonalidade do revestimento.

Banheiro

No banheiro também pode haver uma combinação bastante harmoniosa. As pastilhas vão combinar com os chuveiros e as luminárias que tiverem as mesmas cores e tonalidades. O interessante para se explorar nesse caso são faixas menores em destaque para preencher detalhes, por exemplo, entre o balcão da pia e o espelho, ou até mesmo nas paredes.

Quarto e sala

As possibilidades para o uso das pastilhas são muitas, e por que não apostar nos quartos e nas salas? O impacto pode ser bastante positivo, afinal de contas, é um acabamento que traz muita beleza e sofisticação.

Elas podem ser aplicadas em qualquer um dos dois espaços, seja em uma parede inteira ou na área de circulação entre os cômodos, seja para criar uma divisão entre espaços integrados — sala de TV, sala de estar e corredor.

Área gourmet

Um dos ambientes em que se tem apostado amplamente na utilização de pastilhas metálicas são as áreas gourmet. Os profissionais até fomentam que esse revestimento parece ser feito na medida perfeita para agregar cada vez mais beleza a esses espaços.

A aplicação pode ser feita no entorno da churrasqueira ou nas bancadas americanas, bem como somente nos detalhes dos balcões. As varandas gourmet de apartamentos ficam mais aconchegantes se forem compostas por pastilhas metálicas. Como é um material bastante resistente, é o tipo de acabamento ideal para esses locais que emanam muito calor.

Áreas externas em geral

O uso também pode ser feito em áreas externas em geral, principalmente em casas. As pastilhas trarão destaque para os espaços que são pouco compostos por mobiliários e itens decorativos, como garagens, varandas etc.

Entre as diversas possibilidades que foram citadas, você ainda pode ser bem mais audacioso e planejar a colocação desse material no seu jardim indoor, no closet, e por que não na lareira? O momento é de ousar!

Como escolher as pastilhas metálicas

Como estão disponíveis muitos tipos de materiais, as pessoas se perdem um pouco na hora de comprar por não saberem como escolher. Fique atento a quais aspectos levar em conta na hora dessa escolha.

Ambiente

Antes de tudo, saiba para qual ambiente será destinada a peça que você vai adquirir. Leve em considerações os tipos de combinação que você pode fazer — se a escolha é para a cozinha, o banheiro, ou até mesmo para a sala e para os quartos, como já foi falado que é possível. O ideal é optar por um tipo de pastilha metálica que se encaixe perfeitamente no ambiente em que será aplicado.

Faça uma análise sobre os itens que compõem aquele espaço, bem como o mobiliário, os itens da decoração, o tipo de iluminação etc. Isso tudo influencia bastante no efeito que o revestimento vai causar no cômodo, o que implica bastante na hora de você escolher o melhor acabamento para comprar. Todo mundo quer que o seu ambiente fique belo e visualmente agradável, não é mesmo?

Tamanho

Você também deve se atentar ao tamanho das pastilhas. Compre aquelas que tenham um tamanho razoável para se enquadrar no acabamento da sua casa.

Se você pretende preencher uma parede somente com as pastilhas, talvez uma faixa de tamanho maior seja o ideal, mas se a sua intenção for apenas aplicar em algum detalhe da parede, as faixas menores são mais adequadas.

O tamanho influencia na questão da amplitude do espaço. Mesmo que as pastilhas sejam relativamente menores que os demais revestimentos, elas também podem ajudar a provocar esse efeito.

Tonalidades

Depois de observar a questão de qual tamanho melhor se enquadra no seu espaço, é muito importante que você se atente à cor que vai harmonizar melhor com o restante do ambiente.

As pastilhas não têm uma variedade de cores tão intensas quanto os outros tipos de revestimento, visto que elas imitam tons metálicos, mas ainda existem boas opções que você pode explorar livremente.

É essencial que a cor esteja de acordo com os demais elementos que compõem o cômodo que vai ser revestido. Combine o tom dos móveis e eletrodomésticos com a cor das pastilhas. Assim, tudo terá harmonia no local, e você terá uma boa combinação de elementos.

A cor também é deve ser pensada em relação à iluminação do espaço, visto que a luz destaca bastante um revestimento.

Custo-benefício

Como existe uma boa variedade de produtos no mercado, o preço deles acaba variando bastante. Sendo assim, é de suma importância que você avalie muito bem as condições do produto antes de comprá-lo, para verificar se ele é de boa qualidade e se vale a pena ser adquirido.

Às vezes, as pessoas optam por comprar o mais barato da loja, mas acaba que o material não é de boa qualidade. Isso gera prejuízos ao comprador, por ter que gastar mais na compra de outros revestimentos para repor aquele de qualidade inferior.

Como as pastilhas metálicas são tendência no mercado — e querendo ou não são um tipo de revestimento diferenciado —, elas acabam sendo um pouco mais caras do que outros tipos de pastilhas. No entanto, esse preço compensa muito por conta das vantagens que esse acabamento pode oferecer. Ou seja, as pastilhas têm um ótimo custo-benefício.

Onde encontrar as pastilhas metálicas

Como todo tipo de revestimento, as pastilhas podem ser encontradas em depósitos de materiais de construção ou em lojas especializadas em revestimentos. Nesses lugares especializados, a chance de encontrar uma maior variedade de produtos é bem alta.

Havendo muita variedade, vai ser possível encontrar produtos de boa qualidade e que durem bastante. Portanto, na hora em que for procurar as pastilhas, opte por visitar lojas especializadas.

Com relação aos preços, eles podem variar bastante de acordo com a região onde você for procurar o produto, bem como em relação à marca do fabricante e até mesmo ao revendedor do material. Para que você já vá se preparando, saiba que o preço médio das pastilhas encontrado no mercado é cerca de R$ 50 para a placa com medida de 30cm por 30cm.

Você ainda consegue encontrar essas pastilhas em sites na internet. O preço geralmente é o mesmo do praticado em lojas físicas, e o frete é sempre em conta. Fique atento ao produto que está comprando e pesquise sobre a credibilidade da loja online para que você não acabe sendo enganado e tomando prejuízo!

Vale ressaltar que as pastilhas podem ser aplicadas como uma técnica de sobreposição de piso, em que a instalação é feita por cima de um revestimento existente. Portanto, se você quer mudar a cara do seu ambiente mas quer evitar aquela quebradeira desnecessária, saiba que é possível apostar nessa ideia de sobrepor os acabamentos.

É importante que, se você não entender muito bem sobre a melhor forma de revestir os seus ambientes, contrate um profissional capacitado para fazer isso. Ele vai ajudar na hora de projetar, mostrando as melhores formas de fazer as combinações, a quantidade que pode ser usada e tudo mais o que for necessário para o planejamento de obra.

Agora que você já viu um pouco mais sobre essa nova tendência dos revestimentos, não perca tempo e explore as possibilidades que esse material tão inovador e moderno pode oferecer!

Gostou de aprender um pouco mais sobre as pastilhas metálicas e como esse tipo de acabamento é a tendência do momento? Ficou interessado em conhecer mais sobre os nossos produtos? Então confira outro material que preparamos e conheça os rejuntamentos especiais para pastilhas metálicas!


Os comentários estão fechados.