Para o sucesso de uma construção, é fundamental a elaboração do orçamento de obras. Entretanto, essa não é uma tarefa simples, pois não basta somente estimar o custo dos materiais de construção e da mão de obra.

Por ser elaborado antes do início das obras, é necessário ter muito cuidado e atenção para que o orçamento seja bem calculado, evitando erros de custos e prazos.

Pensando nisso, elaboramos um passo a passo para ajudar você a fazer o orçamento para evitar prejuízos e atrasos na sua obra.

1. Separe o que é preciso para fazer o orçamento de obras

A primeira etapa na elaboração do orçamento é o estudo de todos os documentos da obra, como o projeto arquitetônico, o memorial descritivo, o projeto de cálculo estrutural e os demais projetos.

As informações levantadas serão necessárias para a composição dos custos da obra. Além disso, o orçamento é uma ferramenta extremamente importante para o planejamento de obras.

Por meio desses documentos você consegue informações como os tipos de materiais que deverão ser usados, a maneira como devem ser feitos os serviços etc.

2. Faça a identificação dos serviços

Com base na documentação da obra, é preciso fazer a identificação dos serviços que serão executados para conseguir quantificá-los.

3. Faça o levantamento quantitativo

Depois de identificados os serviços, é preciso fazer o levantamento quantitativo. Esse é um item essencial no orçamento, pois é determinado o quanto um serviço será executado. Além disso, é um cálculo muito importante para ajudar a evitar desperdícios na obra.

Para isso, é preciso fazer o cálculo de consumo de materiais e dos serviços levando em considerações áreas ou volumes para cada serviço identificado. Além disso, é preciso estimar quantidades de argamassa, de tinta para determinada área etc.

4. Determine os custos diretos

Os custos diretos são os valores que serão gastos diretamente com os serviços e materiais identificados no levantamento quantitativo. Fazem parte dos custos diretos os gastos com mão de obra, com matéria-prima, a aquisição de terrenos, as demolições, os encargos sociais etc.

5. Determine os custos indiretos

Já os custos indiretos são os valores gastos com a infraestrutura para o funcionamento da obra. Alguns exemplos de custos indiretos são:

  • aluguel de equipamentos;
  • despesas com alimentação dos prestadores de serviço;
  • água e luz do canteiro de obras;
  • cargas tributárias.

6. Faça a cotação dos preços

Fazer a cotação é fundamental para conseguir um bom preço na hora da compra. Entretanto, alguns cuidados precisam ser tomados, como cotar pelo menos três fornecedores e ficar atento com promoções para não estourar o orçamento.

Vale lembrar que, ao fazer a cotação dos preços, é preciso incluir no orçamento os custos com frete, taxas de importação ou outra tarifa qualquer.

7. Calcule os encargos sociais

Não deixe de colocar na planilha todos os encargos sociais e trabalhistas sobre a mão de obra. São eles:

  • básicos, como INSS, FGTS, seguro contra acidente de trabalho etc.;
  • encargos trabalhistas, como férias, 13º salário, acidente de trabalho etc.;
  • encargos indenizatórios, como multa por rescisão de contrato, aviso prévio etc.

8. Faça o fechamento do orçamento

Determine a lucratividade

Para fazer o fechamento do orçamento, é preciso considerar a lucratividade desejada. Além disso, é necessário incluir também todos os impostos que deverão incidir sobre ela.

A lucratividade é a relação entre o lucro e a receita. Esse valor é importante para determinar o ganho sobre as vendas.

Calcule o BDI

Ainda é preciso fazer o cálculo do BDI (Benefícios e Despesas Indiretas). Esse custo é necessário para definir o preço de venda. Existem várias fórmulas para esse cálculo, e cada empresa pode optar por uma maneira diferente para chegar nesse valor.

Determine o preço de venda

Depois de definido o BDI, basta aplicá-lo sobre o custo direto para definir o preço de venda.

Seguindo todos os passos listados aqui, temos o orçamento com todos os custos envolvidos na construção para determinar a lucratividade e o preço de venda.

Gostou do nosso passo a passo para a elaboração de um orçamento de obras eficiente? Então assine a nossa newsletter e receba sempre o melhor conteúdo no seu email!


Os comentários estão fechados.