Uma das maiores preocupações de quem trabalha na construção civil é o orçamento. Como fazer a compra de material de construção sem sair da faixa de valor estipulada e ainda conseguir escapar dos possíveis imprevistos de uma obra?

A seguir, elaboramos uma lista com algumas dicas valiosas que podem ser úteis tanto para você aconselhar os clientes quanto para organizar o seu dia a dia de trabalho. Vamos lá?

1. Planejar o serviço

Seja para fazer uma reforma simples ou uma obra que vai começar do zero, é fundamental ter planejamento prévio. E não há ninguém melhor que você, profissional da área, para ajudar o cliente nessa etapa!

Coloque no papel tudo o que vai ser importante para a execução da obra — como preferência por algum tipo de produto, quantidade de materiais necessários etc. —, a fim de fazer o melhor orçamento possível.

2. Garantir o melhor orçamento

Durante o planejamento da obra, já combine um teto de valor com o seu cliente, para saber o quanto ele está disposto a gastar com a construção.

Além de você evitar que as compras estourem o limite disponível, isso vai ajudar no momento de decidir se vale a pena pagar mais por um material específico para oferecer um acabamento melhor.

3. Não comprar tudo em um só lugar

Por mais que seja tentador, oriente seu cliente a não adquirir tudo na primeira loja que visitar. Os comércios de construção costumam ter preços e descontos variáveis. Então, às, vezes é melhor comprar os produtos separados, optando pelos menores preços.

Disponibilize-se para acompanhar o cliente na hora da compra, afinal, uma opinião de quem entende é sempre bem-vinda! Caso não consiga fazer isso, indique lojas de sua confiança e produtos com os quais já trabalhou. Dar um norte para sua clientela é sempre bom e causa uma boa impressão.

Para gastar menos tempo, que tal também aconselhar o cliente a falar diretamente com as lojas pesquisadas e pedir o orçamento para a lista de materiais? Isso vai agilizar o seu serviço!

4. Comprar na medida para diminuir gastos

Para evitar grandes desperdícios de material e prejuízos para o seu cliente, é importante que você o oriente a comprar somente 10% a mais do material necessário para a construção — acima disso, já pode ser exagero.

Essa reserva é suficiente para evitar possíveis imprevistos. Afinal, lembre-se de que produtos podem mudar. Então, caso seja preciso alterar algum material, você estará bem preparado.

Para calcular a quantidade ideal de materiais para a obra, indicamos que você use um simulador de consumo online. É bem fácil: complete as informações necessárias, inserindo os critérios da obra e as medidas de revestimento e das juntas.

5. Escolher produtos de qualidade

Sabe aquela famosa expressão: “o barato sai caro”? Pois é. Para manter a devida qualidade da obra, é crucial que você oriente o seu cliente a sempre escolher bons materiais.

Imagina só gastar rios de dinheiro com a construção de uma casa e já ter que reformá-la depois de 2 anos? Nada sustentável, não é mesmo? Então, use sua experiência para escolher bons produtos e faça o possível para que seu cliente evite dores de cabeça.

Agora que já sabe como economizar na compra de material de construção, você pode melhorar ainda mais os seus próximos trabalhos.

Quer continuar aprendendo com nossos conteúdos? Assine a newsletter do blog para receber as atualizações!


Os comentários estão fechados.